Checklist Monte Roraima

O que levar para a expedição de 7 dias

Já planejou a sua viagem ao Monte Roraima?

20180502 113247 - Checklist Monte Roraima
Pedra Maverick – o visual do paredão e da Gran Sabana é irado, mas a névoa estava cobrindo tudo nesse momento!

Então é hora de se preparar! Com certeza,  a maioria das pessoas temem um trekking tão longo (os trekkings para o Monte Roraima são de no mínimo 6 dias)! A gente se pergunta:

Será que vou aguentar?

Sim, todo mundo que sonha em conhecer o Monte Roraima aguenta chegar lá! Se você já tem alguma experiência em trilha, irá super bem, se não tiver, vai achar que anda muito, vai ter que prestar mais atenção onde pisa, vai ficar cansado, mas vai conseguir!

É muito perrengue?

Mais ou menos! O que você chama de perrengue pode não ser pra gente, e vice-versa. Sair da nossa zona de conforto requer coragem e disposição! Logicamente, para quem tem uma vida muito sedentária, baseada em conforto e proteção do “lar doce lar”, terá mais dificuldade em se adaptar ao fato de estar em meio à natureza, entregue às condições climáticas, tomando banho de rio gelado e  fazendo cocô numa sacolinha com cal. Para quem já acampa com frequência, a Expedição Monte Roraima é fichinha!

Vou conseguir carregar o meu mochilão?

Depende! Se você quiser levar a sua casa inteira, realmente fica difícil, e terá que pagar R$250,00 a um carregador transportar sua mochila durante os 7 dias. Mas se você seguir o nosso checklist abaixo, você suportará 8 a 10 kg nas costas!

Tenho preparo físico? Pessoas gordinhas já fizeram! Grupo de idosos já fizeram! Então, achar que está sem preparo é desculpa! Lógico que se você não dá uma corridinha de vez em quando e não fizer atividades físicas regularmente, irá sofrer mais que outras pessoas que têm os esportes como hábito. Mas o bom do trekking ao Monte Roraima é que cada um faz no seu ritmo e você não compete com ninguém a não ser você mesmo, podendo ser uma ótima oportunidade de introspecção e superação própria, não acha? O guia da Clube Native, agência com a qual fizemos a expedição, diz que todo mundo cansa ao fazer o monte, do curioso ao Iron Man, do sedentário ao trilheiro, do iniciante ao experiente. E ele tem razão! Nós, aventureiros, acostumados a fazer trilhas até 14 km, a subir montanhas, a acampar e a correr, também estávamos exaustos no último dia! E se tem um conselho que podemos dar, seria: comece o Crossfit ou um treinamento funcional uns meses antes de ir. Deu um gás, rapazzzz!

20180429 153804 01 - Checklist Monte Roraima

Vamos para a listinha do que levar, porque se tem uma coisa que pode aliviar o seu sofrimento, é carregar pouco peso! Se você leva uma barra de cereal a mais lá pra cima, você fica se torturando e se perguntando: por que eu trouxe tanta coisa desnecessária?

Com a Clube Native, a experiência Monte Roraima é impecável e maravilhosa! Você não precisa se preocupar com barracas, sacos de dormir e isolantes térmicos, os quais, inclusive, são de ótima qualidade. Porém se você, como nós, tem aqueles isolantes auto-infláveis, acolchoados, é preferível levá-los. Proporciona um conforto a mais na hora de dormir e uma noite bem dormida reflete no seu bom desempenho na caminhada! Compramos os nossos na Casa do Pescador.

Checklist (baseado no que levamos e o que não levamos, mas vimos que era necessário!)

-Documento com foto, de preferência RG;

Calçados: Botas de trilha amaciadas (botas novas causam bolhas), papetes (crocs são ótimas), havaianas para os acampamentos durante o trekking e no topo (entrar e sair da barraca, ir ao ‘banheiro’, tomar banho no rio) e 03 pares de meias (basicamente, usamos o par de meias molhado para atravessar os rios e fazer as trilhas na chuva, o par seco para quando não estiver chovendo e a terceira como reserva);

Roupas: íntimas, a critério pessoal; 02 calças para caminhada (uma para molhar e outra seca); 01 bermuda (homens) e 01 shorts (mulheres); 03 camisetas dry-fit (manga longa, de preferência); roupa de dormir e para o frio (calça e camiseta térmicos + conjunto de moletom (é pesado, mas necessário) + 01 Anorak (casaco corta vento) + 01 Fleece (segunda pele felpuda) + 01 par de meias quentes + gorro/toca + luvas + cachecol + bandana + balaclava); biquini e sunga;

Cuidados pessoais: toalha de microfibra; sabonete e shampoo biodegradáveis, creme para pentear sem enxágue (Creme de  Tutano da Bio Extratus); escova e pasta de dentes + fio dental; desodorante; protetor solar e labial; hidratante (Linha Botica Lavanda e Propomel da  Bio Extratus); lenços umedecidos; repelente de insetos (dos bons!), fita para bolhas (da Nexcare) e Clor.in (pastilha para desinfetar a água);

Farmacinha com remédios para dor de cabeça, dor de estômago (acontece frequentemente os “desarranjos intestinais” devido à água, ao uso do clor.in e, até mesmo, à ingestão de comida diferente), enjoo, anti-alérgico, anti-inflamatório (para dores musculares – recomendamos Cataflan aerossol), band-aid, esparadrapo, micropore, antisséptico, gaze, faixa, relaxante muscular, pomada para assaduras e vaselina para evitar bolhas e calos nos pés.

Acampamento e utilidades: mochilão com proteção estanque; capa de chuva; chapéu estilo ‘legionário’ (com aba que protege o pescoço atrás); óculos de sol; garrafa d’água; lanterna de cabeça; corda para varal; sacos plásticos pequenos (lixo etc.); sacos plásticos grandes (roupas molhadas fora do saco-estanque; saco-estanque (essencial para manter as roupas de frio e de dormir, além da lanterna e equipamentos eletrônicos – compramos o nosso de 40 litros da Guepardo, na Casa do Pescador); baterias extras de lanterna e go pro, e carregador portátil para celular; mochilinha ou pochete de ataque (para os tours no topo, que caiba água, capa de chuva, lanchinho e equipamentos de fotografia) e cobertor de emergência (aqueles dobrados, bem pequeninhos).

Lanchinhos: saquinho com variedade de castanhas (mix com uvas passas, damasco, fruta desidratada); barras de proteína; gel de carboidrato (para quem não for acostumado a fazer exercícios físicos); barra de chocolate (delícia para comer de sobremesa depois do jantar); 02 pacotes de biscoito (pode ser bolacha integral); 02 bananas apenas para o primeiro dia; levamos também uma garrafinha de pimenta Tribal Pepper, que é pequena (60 ml), leve e dá um sabor delicioso às refeições; dá pra combinar com o grupo e levar uma garrafa de vinho (para socializar à noite).

LEIA MAIS

Tudo sobre a nossa Expedição Monte Roraima

Review: dia a dia durante o trekking Monte Roraima

 

Compartilhar:

Post Author: nosdoisporai

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *